Vou tratar a Curvatura de Peyronie. Preciso mesmo de uma Prótese Peniana?

Vou tratar a Curvatura de Peyronie. Preciso mesmo de uma Prótese Peniana?

 
Estou escrevendo este Post por conta de uma questão muito recorrente no consultório: pacientes desejam corrigir a curvatura peniana, mas referem que precisarão colocar Hastes de Silicones para aumento da rigidez axial. Ou seja,que obrigatoriamente precisarão de uma Prótese Peniana.  

Nem todos os homens com Doença de Peyronie precisam de uma prótese para corrigir o problema.

 

 

Então surge a pergunta: Vou operar a Curvatura de Peyronie, preciso mesmo de uma prótese?

 

Não, nem todos precisarão e abaixo listo as condições para que a cirurgia SEM prótese possa ser discutida e realizada – regras definidas por estudos científicos internacionais:

 

1.Curvaturas iguais ou inferiores a 40 graus  até 60o podem ser tolerados em casos selecionados)

 

2. Homens com menos de 65 anos

 

3. Curvatura simples (apenas um plano) E que Não seja para BAIXO (ventral). Curvaturas para baixo são consideradas complexas

 

4. Perdas de Tamanho relacionadas  APENAS à curvatura

 

5. Placas com pouca calcificação

 

6. Doppler cavernoso com Índice de Resistividade Maior do que 0,8

 

7. Estar apresentando boas ereções antes da cirurgia

 

O tratamento da Curvatura de Peyronie deve ser tomado com cuidado e paciência, não é uma decisão para ser tomada pelo calor no momento. As reconstruções geométricas possuem resultados muito bons, mas não são isentas de complicações locais, mudanças de sensibilidade, infecções ou até formação de feridas que podem demandar muito tempo de recuperação e novo reparo operatório.

 

Mas uma boa e detalhada conversa no consultório de um especilista abordará todos esses temas

 

 

Leia Mais

 

Ondas de Choque para Disfunção Erétil e Peyronie. Recuperação Sem Injeções, Sem Cirurgia.

Como escolher a prótese peniana? Tudo o que é preciso saber aqui.

Doença de Peyronie. O que é e Porque Aparece.

Curvatura Congênita do Pênis. Nem tudo é Peyronie.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *