Conheça 8 Mitos e Fatos Sobre o Câncer de Próstata. A Decisão Correta Começa Aqui.

Conheça 8 Mitos e Fatos Sobre o Câncer de Próstata. A Decisão Correta Começa Aqui.

A suspeita ou o diagnóstico de câncer de próstata é, quando visto por qualquer ângulo, um evento extremamente estressante aos pacientes e seus familiares. O estresse tende a piorar quando ocorre a exposição a um número crescente de artigos, opiniões e conceitos a disposição para consulta. A grande questão, contudo, é que muito da informação acessível está enviesada ou incompleta a ponto surgirem mitos ou conceitos errados enraizados  que de forma alguma deveriam orientar sua conduta.

Preparei esse pequeno guia para esclarecer essas questões iniciais até que você consiga organizar o pensamento no caminho para cura definitiva e até ser atendido por seu médico urologista.

Boa Leitura!

 

# 1 – O Câncer de Próstata arruinará sua vida sexual e causará perdas de urina.

 

Seu urologista, realizando a prostatectomia robótica ou a aberta, será capaz de preservar os nervos responsáveis pelas ereções permitindo o retorno das atividades sexuais em um número muito grande de casos – eventualmente será necessário a realização de um programa de reabilitação peniana para recuperar com maior eficiência a atividade sexual. Quanto mais jovem o paciente for, mais rápida será a recuperação, que poderá ocorrer entre 1 e 24 meses.

Com respeito à urina, com as técnicas atuais de prostatectomia robótica ou aberta a continência é recuperada por mais de 95% dos pacientes. Ambas as técnicas operatórias possuem índices de recuperação iguais se comparadas após 3 meses, mas com a prostatectomia robótica, a recuperação deverá ser mais precoce – imediata em muitos pacientes.

A radioterapia, apesar de curar 10% a 15% menos do que a a cirurgia, não afeta as ereções até 2 anos antes de sua aplicação e também não afeta a continência no curto prazo.

 

 

# 2 – Somente homens mais velhos possuem tem risco para o Câncer de Próstata.

 

Bem…se você é homem, você tem risco em receber o diagnóstico de Câncer de Próstata. Quanto mais velho, maior a chance, mas cerca de 30% dos Homens com Diagnóstico de Câncer de Próstata, têm menos de 60 anos. Após os 50 anos, 1 a cada 6 homens terão Câncer na Próstata.

Um outro detalhe: o câncer em homens mais jovens (menos de 45 anos) é raro, mas também é muito mais agressivo. Ele pode ser tão agressivo que não produz aumento relevante do PSA, sendo diagnosticado apenas após o toque em homens que tomam o cuidado de realizar avaliação urológica oportuna. Isso é especialmente importante quando há histórico da neoplasia na família

 

 

# 3 – Todos os tumores de próstata precisam ser tratados.

 

Nem todos os pacientes com câncer de próstata precisarão de tratamento no momento do diagnóstico. Cerca de 1/3 dos pacientes podem estar diante de uma lesão chamada tumor insignificante e poderão decidir com seu médico urologista o melhor momento para o tratamento – que pode nunca ser necessário.

 

 

# 4 – PSA elevado significa que você está com Câncer de Próstata.

 

O PSA pode elevar-se em muitas situações e definitivamente não significa a presença de  um tumor maligno. Para uma ideia mais palpável, apenas 30% dos homens com PSA elevado entre 2,5 e 10, possuem Câncer de Próstata diagnosticado na biópsia.

Os outros 70% possuem apenas crescimento benigno ou alguma forma de prostatite.

 

 

# 5 – Se o seu PSA é baixo, você não corre o risco de ter Câncer de Próstata.

 

O PSA baixo ou normal não exclui a presença do tumor. É preciso realizar o exame de toque da próstata e caso o PSA e o Toque estejam normais,  a chance de um problema diminui muito, caindo para 8%.

O seguimento anual com Toque e PSA é a melhor maneira de não sermos surpreendidos.

 

 

# 6 – Meu pai teve câncer de próstata, então eu também terei

 

Bem, isso não é algo que se possa afirmar, mas quando há histórico familiar, as chances dos descendentes são comprovadamente maiores e quanto mais familiares com câncer de Próstata na família, maior a chance da geração seguinte, o que pode ser 5 vezes maior.

O mesmo vale para o câncer de mama: se há câncer de mama na família, o risco para o Câncer de Próstata nos homens também aumenta em até 5 vezes.

 

 

# 7 – Assim que receber o diagnóstico, preciso de tratamento imediato.

 

Após o diagnóstico, o tratamento deve ser realizado apenas 20 a 30 dias após a realização da biópsia da próstata. Somente após esse período os tecidos prostáticos estarão sem inflamação para extração com prostatectomia robótica ou aberta, ou para aplicação de radioterapia.

Ademais o câncer de próstata, por mais agressivo que seja, não evoluirá nesse período. Para ficar mais claro, acredita-se que o período entre o surgimento da primeira célula tumoral até a realização do diagnóstico com a Biópsia, passaram-se 8 anos.

 

 

# 8 – Se recebi o diagnóstico de Câncer de Próstata, morrerei por causa dele.

 

Muito pelo contrário, com os tratamentos disponíveis  os índices de cura chegam a 95% e em média curamos 80% dos pacientes.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *