Impotência e Doença de Peyronie. Um Guia sobre como e onde Tratar

Impotência e Doença de Peyronie. Um Guia sobre como e onde Tratar

Existem tratamentos sérios e cientificamente recomendados para a Doença de Peyronie e para todas as fases da Disfunção Erétil, ou Impotência.

O processo de tratamento e cura passa por aconselhamento psicológico até cirurgias que recuperam a rigidez e que desfazem a curvatura do pênis. Não obstante, investigação de fatores clínicos que possam estar gerando alguma dificuldade nas ereções, é obrigatória na maioria dos casos.

A seguir um video com uma das técnicas utilizadas para tratamento do Peyronie.

Existem, contudo, muitos locais e profissionais que podem abusar das formas de tratamento e mesmo desperdiçar o tempo de pacientes muito ansiosos pela resolução de seu problema. Esses pacientes aceitam de bom grado estudos diagnósticos pouco úteis, procedimentos invasivos de caráter terapêutico duvidoso e submetem-se a tratamentos com preços exorbitantes, confiando no profissional que o atende.

Abaixo uma lista com situações que devem ser evitadas ou gerar extrema desconfiança quando surgirem no curso de um atendimento ou tratamento para a Doença de Peyronie ou para a Disfunção erétil.

 

  1. “Tratamento com Injeções Penianas irão Recuperar sua Potência Sexual”

     Não existem injeções que recuperam a potencia sexual, a não ser em situações muito específicas chamadas reabilitação peniana após cirurgias. As aplicações podem ser dolorosas e as vezes danosas e irão apenas induzir as ereções, e não “recupera-las”.

 

  1. “Somente nossa Clínica possui as Injeções adequadas para suas ereções, compre todas aqui”

    A comercialização de produtos farmacêuticos em clínicas é proibido. Além disso, é possível encomendar em certas farmácias de manipulação de medicamentos injetáveis o mesmo produto por menos de 1/5 do preço. Na maior parte dos casos, a compra de produto semelhante e mais seguro pode ser feito em qualquer farmácia.

 

  1. “Você fará um teste de ultrassom com ereção induzida em nossa clínica para desvendarmos seu diagnóstico e prescrevermos o tratamento”

    Os testes de ultrassom doppler induzidos por injeções cavernosas são quase que totalmente desnecessários após o surgimentos dos inibidores da fosfodiesterase 5 (Viagra). O mesmo papel exercido por esse teste invasivo e oneroso poder ser desempenhado por um teste clínico orientado pelo médico urologista (efetivo e sem custo elevado).

 

  1. “Eu desenvolvi uma técnica para o tratamento da Doença de Peyronie”

    O único Brasileiro que desenvolveu uma técnica relacionada ao tratamento do Peyronie, descreveu uma útil e reconhecida maneira de aferir o tamanho do enxerto de pericárdio bovino necessário para ser incorporado ao corpo cavernoso. As técnicas de tratamento são múltiplas e de autoria também variada, não há um super cirurgião nesse campo que tenha esgotado todas as formas de tratamento.

 

 

  1. “A prótese inflável é melhor do que a Maleável”

    Não existe uma prótese com qualidades indeléveis. Cada uma possui vantagens e desvantagens e, em situações específicas pode ser mais recomendável uma ou a outra. a verdade é AMBAS trazem satisfação superior a 85% para o casal.

 

  1. “A Cirurgia para Doença de Peyronie é Simples”

 O tratamento operatório da Doença de Peyronie é complexo, mas seguro e muito satisfatório. Existem compliações, contudo, como mudanças  de sensibilidade, infecções locais e da prótese, abertura de feridas e extrusões que demandarão tempo e investimento para que melhorem. Nenhum paciente está 100% livre disso e deve tomar uma decisão consciente no caso de qualquer procedimento operatório.

 

 

  1. “Existe um gel para tratamento da doença de Peyronie”

    A doença de Peyronie possui origem em microtraumas em corpos cavernosos de pessoas suscetíveis que acabam produzindo uma reação inflamatória localizada que diminui a elasticidade do corpo cavernoso. Existem dezenas de tratamentos descritos e que não funcionam, incluindo-se o uso de Gel.

 

 

  1. “Nosso grande diferencial é corrigir o Peyronie e colocar a Prótese Peniana no mesmo ato”

    Quando há curvaturas grandes ou disfunção erétil importante na vigência da Doença de Peyronie a correção de ambas as condições no mesmo ato operatório é nada mais do que o recomendado pelos guidelines urológicos, ou seja, não há nada de especial nesta conduta.

 

 

  1. “Certos procedimento cirúrgicos demandam extrema habilidade, fato pouco presente fora desta clínica”

    Os urologistas com especialização em instituição credenciada e com títulos de especialidade são plenamente capacitados a relização das cirurgias genitais. A seguir uma lista com os principais procedimentos:

Deformidades penianas.
Cicatrizes grosseiras de fimose.
Deformidades uretrais.
Retirada de nódulos do pênis ou escroto.
Reconstrução da junção do pênis com o púbis e/ou do pênis com o escroto.
Reversão de vasectomia.
Pênis embutido.
Ausência de escroto.
Redução do escroto.
Perda do escroto por acidente.
Implante de prótese de testículo.
Excesso de pelo no pênis.
Excesso de pele na ponta do pênis.
Fimose.

 

Leia Mais

Disfunção erétil e impotência. Porque surgiu e como melhorar

Diabetes e Disfunção Erétil. O que está ocorrendo?

Remédios Naturais e Comerciais para Impotência Sexual

8 Causas Reversíveis de Impotência Sexual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *