Disfunção erétil e impotência. Porque surgiu e como melhorar

Disfunção erétil e impotência. Porque surgiu e como melhorar

A disfunção erétil (impotência sexual), é a incapacidade, ou a dificuldade em ter ou em manter uma ereção peniana que permita ter um contato íntimo satisfatório.

 

Consideramos que essa dificuldade possui muita importância do ponto de vista médico, quando ela acontece em pelo menos 50% das tentativas, ou seja, ereções não suficientes para a penetração. É claro que esse número é bastante arbitrário, pois o que realmente deve ser considerado é satisfação global do casal com suas relações sexuais.

 

casal senior feliz

 

Este problema pode ser combatido através da utilização de medicamentos como Viagra ou Cialis ou mesmo utilizando-se chás preparados com plantas medicinais para os homens que desejam uma abordagem mais natural do problema.

 

Você poderá ver quais que remédios podem ser usados em post específico.

 

Esses chás não possuem comprovação científica de seus resultados, mas muitos pacientes referem melhora e conforto a tomá-los, de modo que podem ser ingeridos sem problemas quando adquiridos em estabelecimentos comerciais formais sob orientação médica.

 

A impotência sexual ocorre sobretudo em homens de 50 anos ou mais e, além de prejudicar sua saúde sexual, pode trazer consequências como a ansiedade, a depressão e uma atitude de evitação do convívio social.

 

Muitas pessoas com disfunção erétil podem, também, recuperar suas ereções de forma realmente natural controlando doenças existentes e/ou praticando exercícios físicos orientados. Uma possibilidade cientificamente comprovada.

 

 

Principais Causas

 

Algumas das causas mais comuns que levam a problemas de disfunção erétil incluem:

1.Tabagismo;

2. Diabetes;

3. Envelhecimento;

4. Obesidade;

5. Uso de certos medicamentos;

6. Problemas psicológicos como depressão, traumas, medo, insatisfação ou diminuição não orgânica da libido;

 

Além disso, o sedentarismo é outra causa potencial da disfunção erétil e a resolução dessa questão, quando possível, acaba melhorando a performance sexual e controlando muitos dos fatores de riscos para a disfunção erétil. 

 

Quais são os Sintomas?

 

Alguns dos principais sintomas da impotência sexual incluem:

 

1.Dificuldade para conseguir ou para manter uma ereção;

2. Ereção menos rígida;

3. Redução do tamanho do órgão sexual;

4. Mais tempo para atingir a ereção;

5. Dificuldade em manter contato íntimo em algumas posições sexuais;

6. Maior esforço e concentração para manter a ereção;

7. Diminuição dos pelos no corpo;

8. Diminuição do número de ereções espontâneas ao acordar;

9. Ejaculação mais rápida que o habitual;

10. Alterações ou deformação no órgão genital;

 

homem grisalho

 

Como é feito o Diagnóstico?

 

Para se realizar o diagnóstico da disfunção erétil, o seu médico precisará realizar uma entrevista detalhada sobre como tudo começou e evoluiu, além de solicitar uma lista de medicamentos em uso, checar a presença de outras doenças e anotar seus hábitos.

 

Além disso, o urologista realizará um exame em busca de deformidades no órgão genital, doenças na próstata, sinais de testosterona baixa ou de doenças cardiovasculares e neurológicos.

 

Quando necessário, o médico pode também pedir a realização de exames de laboratório para avaliar os níveis dos lipídios, açúcares e a testosterona na corrente sanguínea.

 

Não são necessários exames complexos para a determinação da causa do problema, de forma que o único estudo que poderá eventualmente beneficiar o tratamento e diagnóstico é o Ultrassom Doppler de Corpos Cavernosos sob ereção induzida.

 

Ou seja: testes complexos que eventualmente podem estar sendo oferecidos, em gera, são excessivos ou mesmo desnecessários.

 

Quais as opções de Tratamento?

 

A disfunção erétil (impotência sexual) pode e deve ser tratada de diferentes formas, pois sua melhora depende da sua causa e do grau de dificuldade em se obter ereções do paciente

Assim, algumas das opções de tratamento possíveis:

 

Uso de remédios como Sildenafil (Viagra), Tadalafil (Cialis) ou Vardenafil (Levitra), ou Alprostadil(não disponível no Brasil) que ajudam na ereção. OU aplicações de medicamentos injetáveis nos corpos cavernosos.

 

remedio colorido

 

Terapia de reposição com hormônios em gel, adesivos ou injeções que aumentam os níveis de testosterona.

 

Terapia por Ondas de Choque

Estudos científicos de qualidade e outros estudos que analisaram o conjunto de evidências científicas corroboram o uso dessa forma de terapia para recuperação das ereções por indução da angiogênese dos corpos cavernosos.

 

Exercícios Físicos

Os exercícios ajudam a melhor a condição física geral e comprovadamente colaboram para a recuperação das ereções, isso comprovado em estudos com pacientes em disfunção erétil e diabetes.

 

Uso de aparelhos de vácuo que favorecem a ereção e são especialmente aconselhados para homens que não podem fazer o tratamento com remédios;

 

Cirurgia para implantação de próteses penianas que são usadas apenas em último recurso apenas quando todos os restantes tratamentos não tiveram sucesso.

 

Além disso, o aconselhamento com um psicólogo ou psiquiatra e a terapia de casal são também muito importantes em determinadas situações, pois ajudam a curar medos e inseguranças que possam a.

 

A psicoterapia também é indicada nestes casos para ajudar a controlar o estresse, a ansiedade e a depressão.

 


 

Leia Mais

Como Identificar se o Problema é Impotência Sexual?

Prótese Peniana para Disfunção Erétil

Remédios Naturais e Comerciais para Impotência Sexual

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *