Perdas Urinárias em Homens. O que você precisa saber para vencer a incontinência.

Perdas Urinárias em Homens. O que você precisa saber para vencer a incontinência.

As perdas urinárias ou a incontinência miccional reflete um descontrole em ao menos uma das relações entre bexiga, próstata e esfíncter urinário ( músculo que fecha o canal uretral e segura a urina no interior da  bexiga).

 

As perdas podem ser pequenas e eventuais, ou  em outros casos extremamente debilitantes. Para alguns homens, a possibilidade  perdas urinárias pode ocorrer em muitas situações cotidianas, como levantar-se, lavar as mãos, subir no elevador em direção à sua residência, ou durante explosões de emoção.

A presença recorrente das perdas pode levar a uma atitude anti-social e em casos extremos um quadro de reclusão em decorrência de um de fatores emocionais sem uma solução viável para a questão.

 

Como deve funcionar o trato urinário?

 

O sistema urinário é formado pelos dois rins, pelos dois ureteres – canais que retiram urina dos rins e levam-na até a bexiga, a bexiga, a próstata e a uretra.
Os rins funcionam 24 horas e filtram o sangue para a produção de 1 a 2 litros de urina por dia. Quando a urina chega até a bexiga, ela precisa ser acomodada e armazenada. Após algumas horas a bexiga alcança sua capacidade máxima e sentimos a necessidade de urinar.

Quando a sensação de bexiga cheia surge, podemos controla-la por mais algum tempo até que o melhor momento surja. Quando desejamos,  nós voluntariamente desencadeamos uma contração vesical seguida da abertura da musculatura que fecha a uretra – o músculo do esfíncter urinário que funciona como uma comporta que se abre e se fecha conforme a nossa necessidade.

Para que a urina saia é preciso que a bexiga expulse seu conteúdo através e uma contração vigorosa e quando o fluxo se inicia qualquer obstrução, ou descoordenação entre a bexiga e o esfíncter, pode levar a esvaziamento irregular. O crescimento prostático também pode dificultar o esvaziamento vesical por obstruir a uretra, logo abaixo da bexiga.
A bexiga pode armazenar até 400 ml de urina (em alguns casos um pouco mais). Após esse volume ela nos avisa que é preciso urinar.

 

O que causa incontinência urinária em homens?

 

A incontinência pode surgir quando a bexiga se contrai de maneira inadequada, quando o esfíncter urinário está fraco ou debilitado ou quando há algum problema na transmissão da sensibilidade vesical para que possamos desejar urinar. Esses problemas podem muito suaves, mas em alguns casos dramáticos e ocorrendo associados uns aos outros.
A incontinência não é uma doença, mas o sinal de que alguma condição se instalou causando o problema. Podemos citar os seguintes problemas:

 

  • Crescimento Benigno da Próstata

O esforço cada vez maior para expulsar a urina pode danificar definitivamente a contratilidade vesical , levando a um déficit de contração ou flacidez e a um déficit de sensibilidade, que acaba piorando o quadro. Esses problemas podem ser previstos durante o seguimento urológico anual e situações dramáticas de perda completa das contrações vesicais podem ser evitados.

 

  • Tosse crônica

A tosse crônica pode levar ao estiramento da musculatura perineal que contribui para a continência.

 

  • Idade avançada.

A bexiga perde a contratilidade ao longo do tempo e a musculatura pélvica também fica mais flácida.

 

  • Cirurgias

Cirurgias pélvicas como a prostatectomia vesical podem lesar os nervos e o esfíncter responsáveis pela continência.

 

  • Doenças Crônicas

Doenças crônicas como o diabetes podem levar a hipocontratilidade vesical ao descoordenação contração da bexiga e abertura do esfíncter.

 

Quais são os tipos de Incontinência Miccional Masculina?

 

Podemos classificar os tipos, para efeitos de aprendizados em quatro:

 

Incontinência de Urgência
Ocorre quando a bexiga se contrai involuntariamente e nos causa perdas de urina em situações indesejadas. Os fatores que desencadeiam uma contração não desejada são diversos e incluem: beber água, lavar as mãos, ouvir o som de água corrente, alguns medicamentos e alimentos derivados da cafeína e a pimenta. A urgência pode ser apenas um sintoma do crescimento benigno da próstata e resolvida de maneira simples
Os seguintes problemas podem afetar o sistema nervo ou urinário e causar incontinência com urgência: Alzheimer, Lesões Cerebrais, Esclerose Múltipla, Parkinson e Derrames (AVC).
Incontinência de Stress
Surge quando realizamos movimentos que aumentam a pressão abdominal (tossir por exemplo). Esse aumento de pressão atua sobre a bexiga e causa perda indesejada de urina porque o Esfíncter Urinário, por algum motivo, não mais suporta o aumento de pressão.
Em homens, a incontinência urinária de stress ocorre após cirurgias na próstata, lesões neurológicas, após traumas que rompem o esfíncter e na idade avançada.
Incontinência por Transbordamento

Quando a bexiga não se esvazia adequadamente e, por algum motivo, não sentimos a necessidade de esvaziá-la mesmo na presença de grandes volumes, a urina simplesmente flui para fora quando a pressão vesical aumenta muito. Chamamos esse fenômeno de transbordamento.

Em geral há algum fator obstrutivo, como o crescimento benigno da próstata, ou estreitamentos da uretra, em associação com algum déficit na sensibilidade. Assim, a bexiga permanece excessivamente cheia e não sentimos até que estejamos perdendo urina.

Esse ciclo de déficit na sensibilidade e obstrução pode levar a um déficit de contratilidade vesical. Essa é uma das piores situações para recuperação e em última análise leva a um tipo de insuficiência renal chamada Insuficiência Renal Pós-Renal, que vemos com alguma frequência em pacientes com seguimento urológico irregular.
Incontinência transitória
É incontinência que ocorre por um período de tempo e depois desaparece. Pode ser causada por muitas condições que incluem:

Infecção urinária
Consumo excessivo de álcool
Consumo excessivo de cafeína
Tosse crônica
Constipação
Aumento da pressão arterial (a bexiga passa a encher-se mais rapidamente do que o normal)
Restrição temporária da mobilidade

 

 

A incontinência urinária é comum em Homens?

 

Ela ocorre entre 11% e 34% dos homens idosos. Dois a 11% dos homens idosos relatam perdas urinárias diárias. Apesar das mulheres desenvolverem mais incontinência, as chances dos homens aumentam com a idade devido aos problemas causados pela próstata.

 

 

Leia também

 

Embolização da Próstata, o tratamento sem cortes e sem internação para a HPB

Guia completo sobre o câncer de próstata recém diagnosticado

Green Light Laser. Tudo sobre o tratamento do crescimento da próstata com o Laser Verde 

Crescimento da Próstata – Evolução do Tratamento com a RTU Bipolar

 

 

Mais informações

www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/000381.htm

Urology Care Foundation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *